Indicadores De Manutenção, Qual Usar?

This new demographic scenario has provoked a number of changes in all sectors of society, including organizations. The individual aspects are analysed (age, health perception, subjective expectancy of life, situation in family relationships and financial status), as well as the working aspects (work perception and control, flexibility in schedule), and the preparation for retirement, that may influence the decision of these workers. El aumento de la población de ancianos es uno de los fenómenos más notables en los últimos tiempos, y viene ocurriendo tanto en los países centrales como en los periféricos. Finally, the limits and possibilities of transferring findings of international-based research to Brazilian reality are discussed, and some challenges regarding how to deal with retirement issues in Brazil are also presented. This study discusses the different aspects that may influence the workers’ decision to continue in the organization, their definitive step out of the market, or the adoption of a bridge employment (employment after the rupture with the formal working structure). As such, some researchers have been studying the factors that can influence the decision retirement-work. Keywords: Ageing, Decision making, Retirement, Work, Human resources.

<iframe width="640" height="360" src="

” frameborder=”0″ allowfullscreen>

Isso parece claro na ideia de um suposto “renascimento rural” (Kayser, 1990KAYSER, Bernard. 2006.), ou do surgimento de uma “nova ruralidade” (Eikeland, 1999EIKELAND, Sveinung. New rural pluriactivity? Households strategies and rural renewal in Norway. Estudos Avançados, v.20, n.57, p.333-353. La renaissance rurale: sociologie des campagnes du monde occidental. Paris: Armand Colin. 1990.), da “reinvenção do rural” (Gray, 2000GRAY, John. “Quem matou a sociologia rural? ” é o título de um provocativo trabalho apresentado por Friedland, em 1978FRIEDLAND, William. Nascimento de outra ruralidade. 1999.), citando apenas alguns exemplos que servem para ilustrar essa mudança. The Common Agricultural Policy and the re-invention of the rural in the European Community. Mas que fatores e circunstâncias convergiram para o surgimento dessas novas representações sociais sobre o rural? Essa é a tarefa a que nos dedicaremos a seguir. Sociologia Ruralis, v.40, n.1, p.30-52. Who killed rural sociology? Sociologia Ruralis, v.39, n.3, p.359-376. 2000.) do “nascimento de outra ruralidade” (Veiga, 2006VEIGA, José Eli da.

A discussão sobre o processo de escolha de chefias pode ganhar sentido, também, ao ser interligado ao tema imparcialidade evocado pelos profissionais de enfermagem, na medida em que os discursos dos sujeitos revelam a necessidade do novo chefe movimentar-se de maneira sincronizada e harmônica – tanto quanto possível – entre o grupo de trabalho sob sua coordenação e os objetivos da própria instituição. Acena-se aqui o que poderia estar indicando a evocação da palavra conhecimento que surge vinculada à imagem de divisão entre constituintes e constituídos no cotidiano de trabalho, concretizando o que há de abstrato na tensão que se estabelece entre essas categorias profissionais. Na perspectiva da teoria das representações sociais, conhecimento não tem dono, ou seja, não é privilégio de grupos iluminados de cientistas, pois uma vez disseminado passa a fazer parte das conversas, das discussões de grupos específicos que o interpretam e o reconstroem. Da mesma forma, sobressai das entrevistas uma compreensão pautada no pressuposto de que quem pensa pode mais e manda naqueles que sabem menos e, portanto, podem menos.

Em poucas palavras: o sufixo “disciplinar” será sempre relativo ao campo dos saberes, e “profissional” ao das equipes e seus serviços. Com base nas tentativas de avanço no plano da relação tradicional entre membros de equipes, poderemos identificar as razões pelas quais – a despeito da concordância com os princípios genéricos pró-intercâmbio – a organização dos serviços mantém-se, geralmente, assentada no paradigma uni ou pluridisciplinar. Alguns estudos têm demonstrado que, dentre as diferentes categorias, predomina a tendência em satisfazer aspirações profissionais e manter sua autonomia, em detrimento da colaboração profissional (D’Amour, 1997). Tal postura espelha a própria constituição das profissões, que possuem, em comum, os interesses pragmáticos de garantia de mercado de trabalho. Aliás, poderíamos afirmar que a discussão sobre integração de práticas e saberes tem início, de fato, a partir do momento em que se incorpora (ou se tenta incorporar) tais princípios nas práticas das equipes, donde emergirão questões cuja complexidade e teor fomentarão sobremaneira as discussões sobre o tema.

Tais fatores, aparentemente, produziam certa insatisfação entre os profissionais estatutários que não possuíam entendimento claro sobre o processo de trabalho relacionado à atuação dos profissionais celetistas na ESF. Em contrapartida, os profissionais celetistas pareciam sentir-se sobrecarregados e desmotivados e cobravam maior envolvimento dos profissionais estatutários da unidade no processo de trabalho. Muitas vezes, observamos a atuação desses profissionais mediando a ‘primeira escuta’ aos usuários, fazendo supor que, em um serviço de saúde todos os profissionais fazem clínica, não no sentido médico, mas de envolvimento intenso com as questões trazidas pelos usuários. Na CF, a postura do AVS – estatutário que atuava junto à ESF com atribuição de identificar e desenvolver ações específicas para a diminuição de focos que poderiam contribuir para aparecimento de doenças endêmicas – era de pouco envolvimento com outras questões que não estivessem relacionadas à sua função específica, sugerindo manutenção da fragmentação do processo de trabalho. Nas duas unidades, os profissionais auxiliares de portaria e auxiliar de serviços gerais contribuíam para a regulação do acesso direcionado os usuários, uma vez que era fácil encontrá-los na entrada e corredores.

If you have any inquiries about exactly where and how to use Going In this article, you can call us at our webpage.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *